• Chá

P R O J E T O: Casa de Chá e Livraria Comunitária

Ficamos esse mês de novembro paradas, mas agora em dezembro prometemos voltar com tudo! Pra começar, uma série de projetinhos feitos nesse semestre (até por isso ficamos sumidas), para compartilhar com vocês.

Para o projeto foi proposto uma reabilitação urbana em edificação e entorno. Nós escolhemos para isso uma casa abandonada, localizada em um trevo formado pela rua dos Barbosas e rua Pimenta Bueno. Aparentemente uma edificação antiga, com características construtivas da época da expansão do bairro. Situada em uma área bastante residencial, porém extremamente degrada e sem utilização ou contribuição urbana.

Precedente

Aliar arquitetura com sustentabilidade foi uma das premissas dos ambientes da edição 2017 da CASACOR Rio Grande do Norte. O projeto ousado e inédito da arquiteta Olga Portela transformou um tonel enferrujado de óleo de castanha em uma charmosa e aconchegante doceria, a Silo de Açúcar.

 Projeto

Visando o que foi proposto pela professora, e a edificação que escolhemos, pensamos em um projeto com o intuito de proporcionar ao bairro um lugar de convivência.

A casa de chás e café tem por objetivo atrair o público, ser usado como ponto de encontro, valorizando e atraindo também pessoas que estejam passando pelo bairro e queiram tomar um café da manhã ou da tarde, levando movimento para o bairro que muitas vezes pode ser considerado perigoso.

Considerando a proximidade com a avenida Ernesto Geisel que é bem movimentada quase a todos os horários do dia, e ruas como a 26 de agosto e Bandeirantes que são algumas bem conhecidas e importantes para o fluxo do bairro.

Além da proposta comercial, a ideia é que funcione também uma livraria comunitária dentro do estabelecimento, onde seus frequentadores podem doar e emprestar livros da loja, que ficariam disponíveis para quem quiser tomar um chá ou café e apreciar uma leitura, podendo incentivar e trazer de volta esse hábito tão importante para a vida social que hoje tem sido deixado de lado. Essa proposta é o grande diferencial desse projeto pois além de servir o bairro pode atrair de forma interessante um público para se tornarem frequentadores.

No projeto utilizamos um papel de parede como se fosse um painel de madeira laminada,inspirado no tonel do nosso precedente, e trazendo aconchego para o ambiente. As paredes na cor rosa secreto foi escolhida para dar contraste com o papel de parede. A mescla de estilos de cadeira e sofás/poltronas está muito em alta, por isso optamos pelos sofás e poltronas na cor verde oliva e as cadeiras na cor branco, também contrastando com as outras cores da nossa casa de chás. 



O nome proposto também faz parte da ideia, O Chá das Quatro é uma analogia com o famoso Chá das Cinco, uma tradição antiga britânica que se refere hoje a um evento social, um momento a qualquer hora do dia que as pessoas param para tomar um chá e fazer um lanche leve durante o dia, podendo ser compartilhado com um amigo ou compartilhado com um livro de romance para ajudar a fugir da realidade, em um momento de descanso.

Projeto: Isabella Mota e Nathálya Meyer


Eai, o que acharam do nosso projeto? Alguém quer patrocinar para o nosso sonho se tornar realidade? hahahahah

39 visualizações

RECEBA AS NOVIDADES

© O Chá das Quatro

              2018.